A água da chuva combinada com a pressão do vento faz com que as paredes das construções fiquem sujeitas a uma ação de umidificação, podendo ocasionar no umedecimento dos seus paramentos interiores, caso o revestimento externo esteja deteriorado.

Embora existam recomendações para execução de paredes afim de garantir a sua estanqueidade; este tipo de anomalia, provocada pela água das chuvas, costuma ocorrer tanto em construções antigas como novas. Este problema pode aparecer devido a deficiências de concepção ou de manutenção, como por exemplo o aparecimento de fissuras, a deterioração dos revestimentos, entre outros.

Em umidades de precipitação, é corrente a presença de anomalias em paredes como manchas escuras nos paramentos interiores das paredes exteriores, sem localização exata, contudo, mais frequente nas zonas do entorno de vãos e em zonas de fissuração. Estas anomalias ocorrem com uma periodicidade associada à ocorrência das chuvas, porém em zonas muito úmidas, é frequente o aparecimento de bolores e eflorescências, que irão permanecer mesmo durante os períodos de seca.

#

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ORÇAMENTO GRATUITO

(51) 3059-9200

ENCONTRE-NOS

Endereço
Rua João Nicolau, 166 – Bairro Fátima

Canoas/RS – 92020-230

 

Horário
Segunda – sexta: 8h–18h

× WhatsApp